Sa√ļde Coronav√≠rus

Casos de covid-19 têm estabilidade e mortes caem 11%

Dados s√£o referentes a semana entre 30 de maio e 5 de junho

Por G7 Bahia

12/06/2021 às 12:53:41 - Atualizado h√°
Foto: Ricardo Wolffenbut

Os novos casos de covid-19 tiveram alta de 3%, o que o Ministério da Saúde considera estabilidade. É o que mostra o novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, que analisa a Semana Epidemiológica (SE) 22, de 30 de maio a 5 de junho.

Na Semana Epidemiológica 22 foram confirmados 435.825 novos casos, contra 424.161 na semana anterior. A média móvel de casos (total no período dividido por sete dias) ficou em 62.261.

O resultado da SE 22 mostra uma retomada do crescimento da curva de casos após uma queda na semana anterior. A redu√ß√£o dos novos diagnósticos positivos de covid-19 foi iniciada em mar√ßo, com um aumento na SE 13.

Os boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde sobre o Coronavírus reúnem a avalia√ß√£o da pasta sobre a evolu√ß√£o da pandemia, considerando as semanas epidemiológicas, tipo de media√ß√£o empregada por autoridades de saúde para essas situa√ß√Ķes. A semana epidemiológica é um recorte temporal adotado por autoridades de saúde para analisar esses movimentos.

J√° as novas mortes tiveram redu√ß√£o de 11%. Na Semana Epidemiológica 22, as autoridades de saúde confirmaram que 11.474 pessoas n√£o resistiram à covid-19, enquanto na semana anterior o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde trouxe 12.849 óbitos.

O resultado representa uma continuidade na trajetória de queda na curva de óbitos, após uma estabiliza√ß√£o e redu√ß√£o nas semanas anteriores. A média móvel de mortes na SE 20 ficou em 1.639.

Estados

Conforme o boletim epidemiológico, oito estados tiveram incremento de casos na Semana Epidemiológica 22, sete ficaram est√°veis e 11 mais o Distrito Federal tiveram redu√ß√£o. As principais altas se deram em S√£o Paulo (35%) e Roraima (27%). J√° as quedas mais intensas ocorreram no Amap√° (-36%) e Rio Grande do Norte (-28%).

Quando consideradas as mortes, foram sete os estados com crescimento das curvas, enquanto quatro mais o DF ficaram est√°veis e 15 registraram menos óbitos em rela√ß√£o ao balan√ßo da semana anterior. Os aumentos mais expressivos aconteceram no Rio Grande do Norte (40%) e Amazonas (37%). As quedas mais efetivas foram registradas em Roraima (-52%) e Paran√° (-27%)


Agência Brasil

Comunicar erro
G7 Bahia

© 2021 Todos os direitos reservados - G7Bahia
www.g7bahia.com.br

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

G7 Bahia