Política Depoimento

Barroso: "voto impresso é pior, mas cumpriremos se Congresso aprovar"

A declara√ß√£o √© do presidente do TSE durante reuni√£o na C√Ęmara

Por G7 Bahia

10/06/2021 às 11:56:18 - Atualizado h√°
Foto: Pablo Valadares / Câmara dos Deputados

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse hoje (9) que a implementa√ß√£o do voto impresso reduzir√° a seguran√ßa das elei√ß√Ķes, trazendo de volta fraudes e falhas humanas, problemas que teriam ficado no passado com a ado√ß√£o da urna eletrônica.

"A vida vai ficar bem pior, vai ficar parecido com o que era antes", disse o ministro da tribuna da C√Ęmara dos Deputados, onde compareceu para participar de uma comiss√£o geral sobre assuntos eleitorais. Ele acrescentou, contudo, que se o Congresso aprovar, e o Supremo Tribunal Federal (STF) validar, o TSE implementar√° o voto impresso. "Eu tor√ßo para que ela [aprova√ß√£o] n√£o venha, mas se vier nós cumpriremos", afirmou.

O ministro iniciou sua fala ressaltando n√£o haver sido documentada nenhuma fraude na urna eletrônica desde sua ado√ß√£o, em 1996. Ele voltou a defender a seguran√ßa do equipamento e lembrou de problemas que existiam antes do sistema informatizado de vota√ß√£o – como a compra de votos, o coronelismo e o clientelismo. O ministro avaliou que tais situa√ß√Ķes podem retornar com a ado√ß√£o do voto impresso.


Agência Brasil

Comunicar erro
G7 Bahia

© 2021 Todos os direitos reservados - G7Bahia
www.g7bahia.com.br

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

G7 Bahia