Pol√≠tica Elei√ß√Ķes

Chile define novo presidente neste domingo (19) em segundo turno polarizado

José Antonio Kast, de extrema-direita, e Gabriel Boric, de esquerda, disputam o cargo

Por G7 Bahia

19/12/2021 às 10:20:54 - Atualizado h√°
Foto: Reprodução

A popula√ß√£o do Chile vai às urnas neste domingo (19) para definir o vencedor do segundo turno da elei√ß√£o presidencial do país. José Antonio Kast, de extrema-direita, e Gabriel Boric, de esquerda, est√£o na disputa com chances iguais de vitórias, com pesquisas apontando um empate nas inten√ß√Ķes de voto.

O primeiro turno do pleito, em 21 de novembro, terminou com Kast em primeiro lugar, com 27,91% dos votos, e Boric em segundo, com 25,82%. Para sair vitorioso, um dos dois precisar√° obter mais de 50% dos votos.

Em campos opostos, Boric e Kast divergem em diversos pontos, da economia a quest√Ķes sociais. Com isso, a elei√ß√£o, para um mandato de quatro anos, tem sido marcada por uma polariza√ß√£o intensa, com os candidatos tentando conquistar eleitores indecisos.

Ao mesmo tempo, as duas principais for√ßas políticas do país ficaram de fora do segundo turno pela primeira vez desde a redemocratiza√ß√£o chilena.

O escolhido suceder√° o atual presidente, Sebastian Pi√Īera, que deixa o cargo com taxas baixas de aprova√ß√£o pela popula√ß√£o. O Chile também passa por uma Assembleia Constituinte, cuja nova Constitui√ß√£o influenciar√° o mandato, e as a√ß√Ķes potenciais, de qualquer um dos mandat√°rios.

Ao todo, 15 milh√Ķes de chilenos poder√£o participar das elei√ß√Ķes, mas o voto n√£o é obrigatório no país. No primeiro turno, cerca de 7 milh√Ķes de pessoas votaram, 47% do total. A expectativa é que o resultado seja divulgado entre a noite de domingo e a madrugada de segunda-feira (20).

Polarização

Lourival Sant"Anna, analista de política internacional da CNN, avalia que o aspecto mais importante do pleito é a polariza√ß√£o política, que segundo ele é recente no país. Desde a redemocratiza√ß√£o, a centro-direita e a centro-esquerda se alternaram no poder.

Para ele, "o Pi√Īera teve uma agenda mais de centro, mas a polariza√ß√£o estava se fermentando". "Sempre houve candidatos e grupos de extrema-esquerda e de extrema-direita no Chile, mas é a primeira vez que eles t√™m uma chance real de chegar ao poder".

Wagner Iglecias, professor da EACH-USP, afirma que "o Chile hoje tem um relativo grau de desenvolvimento, e isso se deve à receita do cobre. Mas é um país muito desigual. O acesso à saúde, à educa√ß√£o, à previd√™ncia é complicado para a maioria da popula√ß√£o, com baixo investimento do Estado".

Um dos problemas no país é, segundo Sant"Anna, a falta de uma previd√™ncia pública no país, que "levou a um empobrecimento das pessoas".

Segundo ele, a falta de distribui√ß√£o de riqueza no país se tornou um ponto relevante para o debate político, e gerou uma insatisfa√ß√£o em parte da popula√ß√£o. Isso se refletiu, por exemplo, na série de protestos ocorridos em 2019, que culminaram na convoca√ß√£o de uma Assembleia Constituinte.

Para o professor, o cen√°rio eleitoral atual é "incomum", e reflete uma insatisfa√ß√£o n√£o apenas com a situa√ß√£o econômica no país, mas com a classe política, o que favoreceu candidaturas de partidos menos tradicionais, caso de Boric e Kast.

Ao mesmo tempo, os dois candidatos acabaram representado uma guinada para extremos no país. Kast, um advogado, defendeu ao longo da campanha o legado do ditador chileno Augusto Pinochet. Ao mesmo tempo, realiza duras críticas a Boric, um ex-líder estudantil, aproveitando-se do fato do político ser aliado do Partido Comunista do Chile.

Boric promete impedir um avan√ßo do autoritarismo e do conservadorismo no Chile, enquanto Kast afirma que "o Chile n√£o é e nunca ser√° uma na√ß√£o comunista ou marxista".

O reflexo dessa polariza√ß√£o est√° nas pesquisas eleitorais. A última, divulgada na quinta-feira (16), aponta que Kast possui 48,5% das inten√ß√Ķes de voto, enquanto Boric tem 48,4%. O cen√°rio é uma revers√£o de pesquisas anteriores, que mostravam Boric à frente de Kast, com a inten√ß√£o de voto no candidato conservador subindo nos últimos dias.

Fonte: CNN
Comunicar erro
G7 Bahia

© 2022 Todos os direitos reservados - G7Bahia
www.g7bahia.com.br

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

G7 Bahia